Contra o rol taxativo da ANS sobre planos de saúde, Ferrari faz discurso forte na tribuna da Câmara Federal


Crédito: Reprodução sociais 

Durante sua participação na tribuna da Câmara dos Deputados, em Brasília, nesta segunda-feira (20), o deputado federal Júnior Ferrari (PSD), posicionou-se a favor da obrigação de que os planos de saúde e convênios arquem com as despesas de todos os procedimentos e tratamentos de doenças, incluindo as que não estão na lista da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Ferrari acredita que é devido respeito e tratamento digno ao consumidor. “A vida não espera e não pode ser negociável”, enfatizou o peessedista.

O parlamentar é coautor do projeto de lei 1.567/2022, protocolado no dia 08 deste mês. A matéria é de autoria do deputado federal Fábio Trad (PSD-MG).

O PL altera o artigo 10 da lei n° 9.656, de 3 de junho de 1998, o qual dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde, para propor que o rol de procedimentos e eventos em saúde suplementar sejam exemplificativos.

Veja o discurso do deputado federal Júnior Ferrari na Câmara sobre taxativo da ANS sobre planos de saúde

Portal do Carpê

0 Comentários