Praias santarenas passam por nova etapa de estudos de balneabilidade

Coletas das águas serão feitas durante uma semana
As águas das praias santarenas localizadas à margem direita do Rio Tapajós estão sendo coletadas para serem analisadas em mais uma etapa dos estudos de balneabilidade. O monitoramento de qualidade das águas iniciou no sábado, 21, e segue até o próximo sábado, 28. A fiscalização da balneabilidade das praias é feita regularmente, desde 2016, pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

O estudo tem como objetivo identificar as condições de balneabilidade das principais praias, garantindo a utilização segura desses ambientes para a recreação de contato primário, conforme estabelece a Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). São considerados os parâmetros que verificam a presença ou não de fatores microbiológicos indicadores de qualidade da água.


Resultado será divulgado assim que concluído

O primeiro ponto de coleta ocorreu no Maracanã e seguirá nas demais praias: Ponta do Muretá, Ponta de Pedras, Pajuçara, Alter do Chão - onde são realizadas coletas no rio Tapajós (canal principal), praia do Cajueiro, orla (escadaria e parte final); praia do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e praia da Ilha do Amor.

O titular da Semma, João Paiva, explica que os estudos são feitos para garantir as condições de banho e proteger o recurso natural. “Para garantir a lisura desse processo, nós fazemos a coleta e depois a repetimos nos mesmos pontos por até quatro vezes com intervalos de 24 horas. Após a coleta, será determinado o laudo com a qualidade das águas. Estamos fazendo esse monitoramento e assim que obtivermos o resultado informaremos à população.”

O último monitoramento foi feito em janeiro deste ano, atestando que todas as praias de Santarém apresentam condições de qualidade na categoria próprias/excelentes para banho.

Portal do Carpê com informações Agência Santarém 

0 Comentários