Santarém: Construção de cerca no Mirante do Maracanã preocupa turistas e moradores

O cercado está tomando parte do que é considerado ponto turístico de Santarém, na praia do Maracanã
Uma cerca erguida pelo dono de uma residência está tomando uma grande parte do terreno e impedindo o acesso às áreas de passeio (Dorgival Viana/ Arquivo pessoal)

Uma cerca erguida pelo dono de uma residência está tomando uma grande parte do terreno e impedindo o acesso às áreas de passeio de muitas pessoas que frequentam a praia do Maracanã, em Santarém. O espaço é considerado um ponto turístico, visitado diariamente por turistas e moradores que vão em busca da visão de toda a paisagem. Essa área não tem mais acesso livre aos visitantes.

Nessa localização, existe um morro baixo, com visão da praia do alto, que fica atrás da residência particular que está construindo um cercado. Pesquisa no Google indica o local como "Mirante do Maracanã".

Eldriane da Silva Burlamaqui é uma dessas pessoas que adora apreciar o local. Ela relata que frequenta o mirante com a família.“O lugar é lindo! Sempre vou junto de minha família, minha filha ama. Tiramos várias fotos lá, a paisagem é incrível. Acho errado o que estão fazendo. O local já é um ponto atrativo, onde várias famílias visitam, tiram fotos, apreciam a paisagem. Deve permanecer aberto ao público”, contestou.

A Redação Integrada de O Liberal tenta contato com o possuidor da área, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.
Semurb informa que recebeu a denúncia sobre a construção

Em nota, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Serviços Públicos (Semurb), informa que tomou conhecimento da denúncia no final da tarde de segunda-feira (7) e que determinou à equipe de fiscalização urbana para a averiguação da real situação, para assim tomar as medidas cabíveis, caso haja a necessidade.

Na manhã desta terça-feira (08), a equipe já se deslocou para o local e assim que a Semurb tiver o relatório da fiscalização retornará com o resultado desta ação.

A Semurb aproveita para reforçar que as ações se embasam na aplicabilidade dos Códigos de Postura e de Obras do Município de Santarém.




Fonte: Oliberal

0 Comentários